Sentir Ansiedade pode ser normal!

ver mais 1

Essa semana tive a oportunidade de estar em um programa de TV, dando uma entrevista ao vivo, sobre o tema relacionamentos amorosos, um tema que gosto muito, e muito recorrente no meu dia a dia de trabalho. O interessante foi sentir tantos frios na barriga antes de entrar no ar, mesmo tendo domínio e segurança a respeito do tema.

Você que está lendo esse texto, já sentiu diante de alguma situação: frio na barriga? Mãos suando? Face tremendo? pensamentos negativos de que algo daria errado? Uma sensação de muito desconforto? Se a sua resposta foi sim, seja bem-vindo ao mundo dos vivos.

A ansiedade é uma resposta do nosso organismo a algumas situações que interpretamos como perigosas. Situações novas também geram muita ansiedade.

Entendendo a ansiedade

Essa ansiedade que me referi no início do texto, apesar de desconfortável, nos torna produtivos. Veja o meu exemplo: mesmo dominando o assunto, eu reli textos, me filmei pra verificar como eu estava, ensaiei. Toda essa preparação aumentou as chances da minha exposição ser positiva. Possivelmente se eu não tivesse sentido esses desconfortos, eu teria me dedicado menos e o resultado poderia ser outro.

Eu tenho clareza que, saber desse funcionamento do meu corpo, ter essas informações sobre a ansiedade, me fizeram prosseguir. Ou seja, se eu tivesse encarado todos esses sintomas como problema (como um dia eu já encarei) eu não teria aceitado o convite, e meus pensamentos poderiam ser “eu sou tímida, isso não é pra mim”, ou ainda “se eu não fosse tão ansiosa eu aceitaria”.

Ter a consciência de que a ansiedade estaria presente (pois eu nunca fui a um programa de tv, muito menos um programa ao vivo) ter consciência de que tudo bem algumas coisas não saírem do meu jeito, ou da forma que gostaria. Ter a consciência de que não há outro meio de perder o medo, senão enfrentando…Ter consciência de tudo isso me ajudou aguentar todos os desconfortos. Eles foram intensos antes da entrevista, foram amenos durante a entrevista e se transformaram em adrenalina após a entrevista. Sabe aquela sensação de “eu sou capaz”, “eu quero mais”, estiveram em mim assim que a entrevista terminou. E foi uma delícia essa sensação de bem estar por saber que sou capaz.

Estamos numa sociedade que nos diz de forma insistente que não devemos sentir ansiedade, que não podemos sentir desconfortos. E as coisas não são bem por aí. Enquanto estivermos vivos nós sentiremos, faz parte da vida sentir.

Faço uma ressalva para aqueles que sentem ansiedade de maneira frequente, que sente que a vida está prejudicada por ela, que observa que vem deixando de fazer coisas importantes por se sentir assim. Opa! Essa ansiedade precisa ser “cuidada”. Quando a ansiedade atrapalha nossa vida, nossas relações, ela deixa de ser normal e passa a ser prejudicial.

Se você está deixando de sair por se sentir assim. Se você está perdendo oportunidades de trabalho por se sentir assim. Se você não consegue se relacionar por se sentir assim. Saiba que você pode se beneficiar da terapia. Um bom profissional o ajudará nos enfrentamentos necessários, de maneira cuidadosa e gentil com você.

Renata Trovarelli – Psicóloga  Comportamental

Attento – Bem Estar e Desenvolvimento Humano (43) 9 9601 2280

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s